Dona de casa chama a polícia para a própria filha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 16 de setembro de 2003 as 05:05, por: cdb

A dona de casa Terezinha Luiza de Oliveira Ramos, de 51 anos, já não suportava mais as ameaças e os maus tratos por parte da filha Luciana Ferreira Ramos, de 18 anos.
 
A jovem constantemente brigava com os pais e várias vezes os colocava para fora de casa para se reunir com um grupo de traficantes e usar a residência como ponto de embalagens de entorpecentes.
 
Cansada de ser ameaçada pela própria filha, Terezinha decidiu na noite da última segunda-feira chamar a polícia. Atitude não muito comum, segundo o sargento Rocha da Força Tática do 24º Batalhão de Polícia Militar, que atendeu a ocorrência.
 
– A mãe não agüentava mais ser humilhada, agredida e ameaçada pela filha. Ela mesma ligou para a polícia e nos chamou. Isso não é muito comum porque normalmente os pais tentam encobrir os filhos, mas esta mulher não agüentava mais – disse o sargento.

Quando os policiais chegaram a casa, na Viela Xavantes, favela do Vermelhão, no Jardim Campanário, em Diadema, na Grande São Paulo, encontraram a jovem com mais duas mulheres, três rapazes e dois adolescentes embalando drogas e limpando uma arma de fogo. Os policiais apreenderam cerca de 150 papelotes de cocaína, cinqüenta trouxinhas de maconha e uma pistola 765.

Apesar de ser bastante jovem, Luciana já tem um registro de passagem pela polícia por furto. Das outras pessoas que estavam com a jovem, seis possuem antecedentes criminais também.