Dom Odilo Scherer é o novo secretário geral da CNBB

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de maio de 2003 as 13:42, por: cdb

O bispo auxiliar de São Paulo, Odilo Pedro Scherer, foi eleito secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), durante a assembléia geral da entidade que se realiza em Itaici, município de Indaiatuba.

Gaúcho de Cerro Largo, Dom Odilo tem 53 anos e foi ordenado bispo em fevereiro do ano passado, portanto há apenas um ano e três meses. No entanto, o presidente da CNBB, dom Geraldo Majella Agnelo, disse que a escolha do religioso se deve à grande experiência que ele tem em Roma, onde durante oito anos trabalhou na congregação para os bispos. Segundo dom Geraldo, o novo secretário-geral se comunica bem e promete muito.

Ele foi eleito no terceiro escrutínio, em escolha que surpreendeu pois até a segunda-feira seu nome não constava das listas de pretendentes. Os candidatos das chapas apresentadas eram d. Pedro Luiz Stringhini, também bispo auxiliar de São Paulo, e d. Walmor Oliveira de Azevedo, auxiliar de Salvador, ambos de 49 anos. Alegava-se que eram muito jovens e sem experiência para o cargo.

Surgiu então o nome de d. Luiz Demétrio Valentini, 63anos, bispo de Jales, que trabalhou durante oito anos no setor social da CNBB. Ele ficou em segundo lugar na votação e é candidato ao mesmo setor social (Justiça e Paz) para os próximos quatro anos.