Dólar sobe ante real

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 18 de julho de 2016 as 12:38, por: cdb

O BC novamente vendeu 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares, em leilão pela manhã

Por Redação, com Reuters – de São Paulo:

O dólar avançava frente ao real nesta segunda-feira, reagindo a alguma realização de lucros após o fracasso na tentativa de golpe na Turquia, o que deve limitar o aumento das tensões sobre mercados emergentes. Às 10:49, o dólar avançava 0,51%, a R$ 3,2708 na venda.

dólar
A moeda norte-americanca fechou em queda nas quatro sessões anteriores

– A questão da Turquia permite alguma realização (de lucros), ainda mais depois de o dólar cair a R$ 3,25 – disse o diretor de câmbio do Banco Paulista, Tarcísio Rodrigues, referindo-se aos investidores que se desfaziam de apostas na queda do dólar.

– Mas… a importância para o mercado brasileiro é pequena – completou.

O dólar fechou em queda nas quatro sessões anteriores. No fim da tarde de sexta-feira, militares turcos disseram ter tomado o poder no país, provocando forte aversão a risco nos mercados globais.

O anúncio aconteceu com a maioria dos mercados brasileiros fechados, mas o dólar futuro reagiu com força e subiu a R$ 3,30, após marcar cerca de R$ 3,27 durante o fechamento do mercado à vista.

A tentativa de golpe foi mal-sucedida, porém, após multidões responderem ao apelo do Presidente Tayyip Erdogan para tomar as ruas e dezenas de rebeldes abandonaram seus tanques.

Nesta manhã, muitos operadores desmontavam as posições que montaram em busca de segurança na semana passada, embora a cautela ainda predominasse. O dólar futuro recuava 0,4% nesta manhã.

No cenário local, investidores davam um respiro em meio ao recesso branco do Congresso, que tirava do foco principal o cenário político.

– O mercado pode dar uma pausa, deixar um pouco de lado o caderno de política – disse o operador de uma corretora internacional.

Operadores aguardavam ainda a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) desta semana, para a qual a expectativa é de que o Banco Central mantenha a Selic nos atuais 14,25%.

O BC novamente vendeu 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares, em leilão pela manhã. A autoridade monetária realizou operações idênticas a essa em todos os pregões deste mês exceto um.