Dodô deve ser dispensado do Verdão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 1 de fevereiro de 2003 as 16:07, por: cdb

O atacante Dodô pode forçar a diretoria do Palmeiras a alegar abandono de emprego em relação às atitudes do jogador. Ele não aparece para treinar na Academia de Futebol há quatro dias e os cartolas não conseguem contatá-lo.

“Tentamos falar com o Dodô, mas o seu telefone está desligado. Acho que isso pode até se configurar como abandono de emprego. Ele pode faltar o quanto quiser, pois tudo está sendo descontado do seu salário”, avisa o diretor de futebol do Palmeiras, Sebastião Lapola.

O assessor do atleta, Vinícius Azevedo, informou que Dodô continua aguardando uma posição do presidente Mustafá Contursi e do seu empresário, Marcel Figer. Ambos devem se reunir para definir a situação do atleta, que tem contrato com o clube até o fim de junho.

Enquanto isso, os demais jogadores do Palmeiras preferem não entrar na questão do polêmico sumiço do companheiro. “Todos ficaram surpresos, mas cada um tem o seu jeito de resolver as coisas”, resume Claudecir.

De novo

Depois de adiar duas vezes a partida contra Ponte Preta, a Federação Paulista de Futebol (FPF) resolveu alterar data e horário de mais um jogo do Verdão.

Agora, o encontro com o Guarani, anteriormente marcado para domingo, dia 9, às 11 horas, no Brinco de Ouro de Ouro, em Campinas, foi antecipado para sábado, dia 8, às 18 horas, no mesmo local. A entidade informou que a mudança atende a um pedido de uma rede de televisão.