Djokovic e David Ferrer estreiam com vitória no Aberto da Austrália

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de janeiro de 2013 as 13:23, por: cdb
Djokovic comemora vitória na estreia em Melbourne
Djokovic comemora vitória na estreia em Melbourne

Principais favoritos ao título a entrarem em quadra no primeiro dia de disputas do Aberto da Austrália, Novak Djokovic e David Ferrer não tiveram dificuldades para superar os seus adversários por 3 sets a 0 e seguirem adiante na competição. Atual campeão e cabeça-de-chave número um do torneio, Djokovic precisou de 1h42 para vencer o francês Paul-Henri Mathieu. Dando apenas três chances de quebra ao rival, que não aproveitou nenhum, o sérvio pontuou no saque do adversário em quatro oportunidades, fechando a partida em 6/2, 6/4 e 7/5.

Na segunda fase, Djoko irá enfrentar o norte-americano Ryan Harrison, que abriu a sua participação em Melbourne com vitória de virada por 3 sets a 1 sobre o colombiano Santiago Giraldo, parciais de 2/6, 6/4, 7/5 e 6/4.  Quarto favorito ao título, Ferrer derrotou o belga Olivier Rochus por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/4 e 6/2, em 1h50 de partida. Assim como Djokovic, o espanhol irá enfrentar um adversário dos Estados Unidos na segunda fase. Número 125 do mundo, Tim Smyczek levou a melhor sobre o croata Ivo Karlovic e conseguiu a vitória por 3 sets a 0, parciais de 6/4, 7/6(7-5) e 7/5.

Compatriotas de Ferrer, Fernando Verdasco e Nicolas Almagro também fizeram valer a condição de cabeças-de-chave e avançaram à segunda fase do Aberto. Diferentes do principal tenista do país no torneio, porém, ambos precisaram jogar cinco sets para garantir a vitória.

Após vencer o primeiro set, Verdasco cedeu a virada ao belga David Goffin, mas reagiu na sequência e fechou o jogo em 3 sets a 2, parciais de 6/3, 3/6, 4/6, 6/3 e 6/4. Já Almagro nunca esteve atrás no placar, mas teve a mesma dificuldade para vencer o norte-americano Steve Johnson, parciais de 7/5, 6/7(4-7), 6/2, 6/7(6-8) e 6/2.

Décimo cabeça-de-chave do torneio, Almagro enfrenta na segunda fase o compatriota Daniel Gimeno-Traver, responsável por eliminar o polonês Lukasz Kubot por 3 sets a 2, parciais de 6/7(4-7), 6/4, 6/0, 4/6 e 6/4. Já Verdasco encara outro belga em sua segunda partida em Melbourne. Número 55 do mundo, Xavier Malisse atropelou o espanhol Pablo Andujar por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/1 e 6/2.

Em duelo entre espanhois, Feliciano Lopez levou a melhor sobre Arnau Brugues-Davi em três sets, 6/3, 6/2 e 6/4. Na segunda fase, o número 42 do mundo encara o tcheco Radek Stepanek, responsável por eliminar o sérvio Viktor Troicki por 3 sets a 2, de virada, em parciais de 5/7, 4/6, 6/3, 6/3 e 7/5. O vencedor do duelo deve encarar Djokovic na terceira fase.

Na mesma chave, o suíço Stanislas Wawrinka não teve dificuldades para vencer o alemão Cedrik-Marcel Stebe por 3 sets a 0, parciais de 6/2, 6/4 e 6/3. Na próxima rodada, o cabeça-de-chave número 15 encara Tobias Kamke, compatriota de Stebe, que atropelou o italiano Flavio Cipolla em três sets, parciais de 6/1, 6/4 e 6/1.

Quinto favorito ao título, Radek Stepanek foi outro a atropelar na abertura do Grand Slam, com vitória por 3 sets a 0 sobre o norte-americano Michael Russel, parciais de 6/3, 7/5 e 6/3. Na segunda fase, o tcheco encara o francês Guillaume Rufin, que eliminou o alemão Julian Reister, parciais de 4/6, 7/6(7-4), 6/1 e 6/2. Assim como Stepanek, o sérvio Janko Tipsarevic também precisou de apenas três sets para garantir vaga na segunda fase. Cabeça-de-chave número oito, Tipsarevic eliminou o local Lleyton Hewitt em parciais de 7/6(7-4), 7/5 e 6/3.

A única surpresa do primeiro dia de disputas em Melbourne foi a eliminação de Juan Monaco. Cabeça-de-chave número 11, o argentino caiu em três sets diante do russo Andrey Kuznetsov, número 79 do mundo, parciais de 7/6(7-3), 6/1 e 6/1.

Na próxima fase, Kuznetsov encara o sul-africano Kevin Anderson, que se recuperou de derrota no primeiro set para vencer o italiano Paolo Lorenzi por 3 sets a 1, parciais de 3/6, 7/6(7-3), 6/3 e 6/4.