Distribuidora é interditada por vender combustível adulterado no RJ

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de maio de 2007 as 19:34, por: cdb

Uma distribuidora de combustível acusada de vender combustível adulterado, na Baixada Fluminense, no Rio, foi interditada, nesta sexta-feira, pela polícia. No depósito também funcionava um laboratório para falsificar gasolina. Os seis tanques têm capacidade para armazenar mais de sete milhões de litros de combustível. A gasolina adulterada, segundo a polícia, era vendida para postos na Baixada, no Rio, em Niterói, São Gonçalo e até para municípios de São Paulo.

A polícia apreendeu quatro caminhões e cinco pessoas foram presas. Entre elas, os motoristas dos caminhões, um gerente de um posto de gasolina e um fornecedor de produtos químicos. Os agentes chegaram ao local às 2h.

A polícia descobriu que na distribuidora funcionava um laboratório que falsificava testes garantindo a qualidade do combustível. Na parte da tarde, técnicos da Agência Nacional de Petróleo vistoriaram o local e descobriram que os resíduos químicos eram despejados em um terreno ao lado da empresa.