Dirigente do Galo faz pouco do Vasco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 26 de novembro de 2002 as 23:19, por: cdb

O presidente do Conselho Deliberativo do Atlético-MG, Alexandre Kalil, disparou a sua tradicional “metralhadora verbal” em cima do Vasco, que manifestou o interesse em contratar o atacante Marques e o lateral-direito Mancini.

“O que o Vasco pegou de Atlético, que é Valdir e Ramon, foram dois jogadores que nós mandamos embora. Hoje ninguém quer sair do Atlético para jogar no Vasco a não ser que seja por uma proposta muito grande, que eles realmente fazem porque não pagam”, disse o dirigente, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Irritado ao ficar sabendo do interesse do clube cruzmaltino, Kalil manteve o discurso feroz: “É fácil falar qualquer coisa porque no final não vão pagar, e eu acho muito difícil e improvável um jogador trocar o Atlético pelo Vasco, dada a desordem e a bagunça do Vasco e do futebol carioca”.

Segundo o dirigente atleticano, o clube quer manter Marques e Mancini em 2003. “Nós temos interesse no Marques e no Mancini, e vamos, no momento certo, chamar os dois para negociar”, afirmou.

Mancini anunciou nesta terça-feira que não aceitou uma proposta do Atlético, para que ele permaneça no clube. A diretoria alvinegra considera difícil aumentar a oferta, mas as negociações continuam.