Direitos Humanos discutirá racismo institucional e faxina étnica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2011 as 08:18, por: cdb

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias realizará audiência pública no dia 15 de novembro para discutir o racismo na sociedade brasileira, o conceito de faxina étnica e o impacto dos grandes eventos esportivos nas populações negras e pobres.

O debate foi proposto pelo deputado Jean Wyllys (Psol-RJ), como parte das comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro). “As desigualdades sociais têm cor e estão profundamente enraizadas no racismo institucional que estrutura a sociedade brasileira e que se materializa em políticas praticadas pelo Estado, em todos os seus níveis”, diz.

O deputado cita dados estatísticos que mostram as condições desfavoráveis da população negra e acrescenta que, ultimamente, “há um novo modelo de grande cidade que vem sendo implantado no Brasil na esteira dos ‘grandes eventos’ e que tem seu laboratório no Rio de Janeiro”.

“Nesse modelo, os territórios de moradia negra são aqueles que mais sofrem com as políticas de remoção e despejo, na medida em que nossas cidades vêm sendo remodeladas para que poucos possam usufruir delas. As tradições religiosas afro-brasileiras estão severamente perdendo espaço. Sem reconhecimento, os terreiros de umbanda e de candomblé têm sido destruídos e removidos”, acrescenta.

Jean Wyllys afirma que “essa situação tem sido denunciada por diversos movimentos sociais como uma verdadeira faxina étnica conduzida pelo Estado contra a população negra brasileira”.

“Nessa perspectiva, entendo que a audiência pública permitirá aos parlamentares avaliação pormenorizada das denúncias das comunidades negras e pobres”, conclui.

Da Redação/WS