Dirceu chama FHC de mentiroso e diz que governo terá dor de cabeça em breve

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de novembro de 2001 as 11:58, por: cdb

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), José Dirceu, rebateu nesta segunda-feira as declarações que o presidente Fernando Henrique Cardoso fez no Peru sobre a candidatura de Luís Inácio Lula da Silva. FHC disse, em entrevista ao jornal peruano El Comércio que “nunca o ponto de partida de Lula foi tão limitado” e que os índices de popularidade do líder petista chegaram a 34%, mas estão em queda.

“O presidente sabe que está falando uma inverdade”, disse Dirceu. Ele ressaltou que somente na campanha presidencial de 1994 Lula saiu na frente na primeira disputa eleitoral com o próprio Fernando Henrique Cardoso. Nas campanhas de 1989 e de 1998, Lula foi “zebra”, segundo Dirceu. “FHC agora se preocupa em lançar factóides eleitorais, enquanto deveria governar o País e deixar as eleições para os partidos”, acrescentou Dirceu.

Para o presidente nacional do PT, quem enfrenta problemas na campanha é o governo. “O candidato do presidente, o ministro (da Saúde) José Serra, não conseguiu decolar, e quem decolou foi a (governadora do Maranhão) Roseana Sarney”, disse ele. “FHC está mais preocupado em não responder o que ele irá fazer para a Roseana Sarney não ser a candidata da coalizão governista, ou que ele corre o risco de ter dois candidatos dos partidos que apóiam o governo”.