Dilma anuncia medidas para combater à seca no Nordeste

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de novembro de 2012 as 06:36, por: cdb

“Esta renda que transferimos com o Bolsa Estiagem é, para muitas famílias, a única alternativa para não passar fome”. Foi o que declarou Dilma Rousseff em mais um programa Café com a Presidenta ao falar da prorrogação do a prorrogação do Bolsa Estiagem, que vai pagar mais duas parcelas de R$ 80,00 para os produtores rurais do semiárido que estão sofrendo com a seca.


A presidenta também anunciou que o governo também vai pagar mais duas parcelas do Garantia-Safra, ampliar o número de carros-pipa e prorrogar, até fevereiro de 2013, a venda de milho subsidiado para garantir a alimentação dos animais.

Dilma destacou a situação no semiárido do Nordeste e do norte de Minas continua muito grave, por causa da estiagem, uma das piores dos últimos 40 anos. “Temos acompanhado de perto essa situação, e, ao longo deste ano, autorizei várias medidas importantes para proteger a população que está sofrendo com a seca. Repassamos R$ 115 milhões para os governos estaduais reforçarem suas ações. Nós estamos enfrentando o problema com determinação. O prolongamento da seca vai exigir de nós mais medidas de apoio à população atingida e é por isso que eu vou anunciar agora mais ações para continuar apoiando os brasileiros e as brasileiras que estão sofrendo com a seca”, afirmou. 

Medidas emergenciais

A presidenta frisou que como medidas emergernciais o governo irá ampliar a Operação Carro-Pipa. “Autorizamos o Exército Brasileiro a contratar mais 906 carros-pipa, que vão se juntar aos 4.082 que já estão levando água para a população do Nordeste e do norte de Minas Gerais. Esta é, com certeza, a maior Operação Carro-Pipa já feita no nosso país em todos os tempos. Também repassamos recursos para os estados, que já contrataram mais de 2 mil carros-pipa. Todo esse esforço, Luciano, é porque a nossa maior preocupação é garantir água para o consumo das famílias”.

Obras estruturantes

Como medidas estruturantes, Dilma destacou que o governo está investindo pesado em obras que vão dar soluções definitivas para a falta de água na região do semiárido. 

“Obras como o Eixão das Águas, as barragens do Missi e do Riacho da Serra, no Ceará, estão reforçando o abastecimento de água na região. Tem também, Luciano, a Adutora do Pajeú, Adutora do Agreste, lá em Pernambuco, as Vertentes Litorâneas na Paraíba, a Barragem do Atalaia, no sul do Piauí, o Sistema Adutora Alto Oeste, no Rio Grande do Norte, e o Canal do Sertão Alagoano, lá em Alagoas.

Com informações do Blog Café com a Presidenta

 

..