Diego Souza encara Bolívia como chance de mostrar serviço

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 10 de outubro de 2009 as 12:45, por: cdb

Supervisor da Seleção Brasileira, Américo Faria confirmou aos jornalistas, na manhã chuvosa deste sábado, os quatro jogadores que não seguirão para a altitude de La Paz (3,6 mil m) para enfrentar a Bolívia, neste domingo, pela penúltima rodada das Eliminatórias à Copa do Mundo de 2010. Não houve surpresa e Kaká e Luís Fabiano estão fora da partida. Além deles, o volante Gilberto Silva e o goleiro Hélton também seguem direto para Campo Grande, palco da partida de quarta-feira, contra a Venezuela.

Já classificada para a Copa de 2010, a Seleção deixou o Rio de Janeiro em voo fretado, neste sábado, com destino a Santa Cruz de la Sierra. O avião faz uma escala na capital do Mato Grosso do Sul, e os quatro jogadores já ficam na cidade. No domingo, eles fazem um treino específico com parte da comissão técnica. Nos coletivos da semana, na Granja Comary, em Teresópolis, Dunga já havia escalado Kaká e Luís Fabiano na equipe reserva, deixando claro que os dois poderiam ser poupados da desgastante viagem para a Bolívia.

Diego Souza admite que este será um jogo decisivo para as suas pretensões de disputar a Copa do Mundo de 2010.

– É a minha grande chance. Todo jogador espera ter a oportunidade, e contra a Bolívia pode ser a minha única, então preciso aproveitar, independentemente de ficar com falta de ar e da atitude. É a oportunidade que vou ter e farei o jogo da minha vida – afirmou Diego Souza, após o treino molhado e frio desta manhã.

O meia do Palmeiras aproveita a oportunidade de ser titular devido à decisão da equipe técnica, de poupar Kaká.

– O Kaká é, sem dúvidas, o melhor do mundo e tem a sua história na seleção. Estou começando, buscando meu espaço, então a responsabilidade é grande, mas essa é a minha oportunidade e tenho de ir bem, mostrar meu valor e provar para o treinador que posso voltar mais vezes – disse Diego Souza.

O Brasil joga contra a Bolívia, neste domingo, a partir das 17h (de Brasília), em La Paz e, na quarta-feira, encerra sua participação nas eliminatórias contra a Venezuela, às 19h (de Brasília), em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.