Diário Oficial de Santos completa 23 anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2012 as 12:18, por: cdb

A edição desta quinta-feira (19) do Diário Oficial de Santos, de nº 5.633, tem um sentido especial: marca os 23 anos da publicação gratuita produzida pela Secom (Secretaria Municipal de Comunicação), com atos oficiais e textos jornalísticos sobre ações, campanhas e projetos da prefeitura.

Em formato tablóide, o jornal tem tiragem de 30 mil exemplares, circula de terça a sábado e pode ser retirado em bancas ou repartições públicas. Outra opção de leitura é o portal www.santos.sp.gov.br, no ar desde 1997 e que recebe em média 13 mil acessos por dia, de segunda a sexta. No endereço é possível ler as edições desde junho de 98, acessando o link Diário Oficial e buscando pela data ou por palavras-chave.

Já a coleção completa da versão impressa, desde 1970, quando eram publicados somente atos oficiais, pode ser consultada na Hemeroteca Municipal, no Centro de Cultura Patrícia Galvão (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias). De leitura fácil, o jornal traz notícias sobre secretarias e departamentos da prefeitura. São informações sobre agenda cultural, projetos em andamento, divulgação de reuniões de entidades filantrópicas, conselhos e atividades de órgãos da administração, além da previsão do tempo e tábua das marés.

Outro importante serviço é a divulgação semanal de crianças e adolescentes desaparecidos, com fotos e dados pessoais. Destaque também para a coluna Cidadania e Serviço, que às quartas-feiras, à página 2, divulga cursos gratuitos e eventos beneficentes. Por meio dela, a cabeleireira Helena Moraes, 46 anos, conseguiu ampliar seu trabalho ao divulgar um workshop gratuito de corte de cabelo, que ministrará dia 23 na Sociedade de Melhoramentos do Santa Maria. “Além do retorno de pessoas interessadas em participar, por meio da divulgação fui contatada pelo projeto Educa Santos para fazer uma parceria. Darei aulas de corte de cabelo”, conta.

Hábito
Faz parte da rotina do munícipe Haroldo Duarte, 79 anos, ler o Diário Oficial. “Gosto de ver o cardápio do Restaurante Bom Prato e sobre cursos na cidade. Às vezes, as pessoas sem dinheiro para comprar um jornal têm a oportunidade de se informar pelo DO”. Outro leitor assíduo é Valdomiro Melo, 79, residente no Macuco. “Leio vários jornais. Mas como minhas filhas e netas costumam fazer concursos, sempre levo o Diário Oficial para elas acompanharem. É um jornal instrutivo e comunicativo, que tira dúvidas”.

Transformações – O jornal circulou apenas com atos oficiais de 1º de janeiro de 1970 até 1987. A partir de 19 de abril de 89, começou a publicar também matérias jornalísticas e com a denominação D.O. Urgente.

Em 97, passou por reforma gráfica e o nome mudou para Diário Oficial de Santos. Um novo padrão gráfico foi feito em 2001, facilitando a leitura com fotos, alteração das fontes (formato de letras), disposição de títulos e textos.

Importantes modificações ocorreram ainda em 2002, quando começou a circular com a primeira e última páginas coloridas. Em 2005, a página 2 ficou exclusiva para prestação de serviços e, em 2006, o tablóide teve novo formato editorial.

Em 2007, ganhou visual diferenciado, propiciando leitura mais leve, agradável, textos concisos, fotos digitalizadas e moderna diagramação.