Dia Nacional do Samba é comemorado no Rio com o Pagode do Trem

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 2 de dezembro de 2003 as 12:36, por: cdb

Pela oitava vez, o Dia Nacional do Samba será comemorado no Rio de Janeiro com o Pagode do Trem, festa que cresce no gosto popular a cada ano, reunindo sambistas, compositores, ritmistas, passistas e cantores. A viagem comemorativa começou a ser realizada em 1996, com um grupo de sambistas partindo em um único trem para Oswaldo Cruz, onde nasceu a escola de samba Portela. Para esta quarta-feira estão previstas quatro partidas de trens, a partir das 17h15, da estação Central do Brasil.

Mas a festa já começou em Oswaldo Cruz, com a lavagem da estátua de Paulo da Portela, fundador da escola. Antes da saída do trem, haverá show num palco montado na Central do Brasil, com a apresentação de grandes nomes do mundo do samba. Depois, o samba prossegue na viagem de trem e a festa será encerrada com outro show, em Oswaldo Cruz, onde foram montados dois palcos. Participarão dos espetáculos grupos de pagode, integrantes das velhas guardas da Portela, Império Serrano e Mangueira, e compositores como Nélson Sargento, Monarco, Wilson Moreira, Walter Alfaiate e Marquinhos de Oswaldo Cruz.

A viagem do trem não é direta e estão programadas várias paradas para recolher o pessoal do samba: a primeira será na Estação da Mangueira, para a entrada da Velha Guarda da escola.