Dia Mundial de Combate à Osteoporose

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 25 de outubro de 2009 as 14:52, por: cdb

A Federação Nacional de Associações de Combate à Osteoporose (Fenapco) realizaou neste domingo uma caminhada em comemoração ao Dia Mundial de Combate à Osteoporose, que transcorreu no último dia 20, na cidade do Rio de Janeiro.

A novidade deste ano é que o evento, além de idosos, terá a participação de jovens, como forma de prevenir a doença desde cedo. Eles receberão informações sobre a importância de praticar atividades físicas e manter uma alimentação saudável. De acordo com a Fenapco, uma a cada três mulheres acima dos 50 anos sofrerá fratura decorrente da osteoporose.

Este número aumenta para uma a cada duas a partir dos 60 anos. Já um em cada cinco homens acima dos 50 anos sofrerá uma fratura decorrente da osteoporose. Este número aumenta para um a cada três a partir dos 60 anos.

O diretor executivo da Fenapco, Rubem Lederman, explica que, hoje, há no país 35 milhões de pessoas que apresentam um tipo de osteoporose. Ele ainda ressalta a importância de incluir crianças e jovens na prevenção.

– Hoje, a prevenção da osteoporose tem sido voltada à pediatria. Mães e pais, nos países desenvolvidos, começam a orientar crianças a partir de sete anos de idade, a fazer uma alimentação rica em cálcio, leite e derivados. Elas também são incentivas à prática de exercícios. Quando chegarem à fase adulta,  estarão mais imunizadas e protegidas da doença – disse.
 
– Precisamos mostrar às pessoas que, embora a osteoporose seja uma doença crônica, tem tratamento e pode ser evitada. Informaremos à população que, a partir de um estilo de vida saudável, é possível prevenir a enfermidade – a presidente da Fenapco, Suely Boitman, explica o intuito do encontro.

Como parte da comemoração da data, haverá o lançamento de uma cartilha com orientações para uma alimentação saudável. A Fenapco realiza parceria com chefes de cozinha, como forma de oferecer à população alimentos saudáveis e que ajudam no combate e prevenção da osteoporose. Segundo Suely Boitman, a Fenapco desenvolve projetos em municípios cariocas que visam a incentivar donos e diretores de escola a realizar uma alimentação equilibrada, oferecendo ao público infantojuvenil um desenvolvimento saudável, de forma a prevenir a osteoporose.