Dia da Mulher: cresce número de beneficiadas com bolsa-atleta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2012 as 16:04, por: cdb

A quantidade de bolsas-atleta distribuídas a mulheres vem crescendo: em 2006, foram 306 contempladas e, no ano passado 1349. Esse aumento reflete no resultado das conquistas femininas brasileiras nas competições. Desde 2006, o Ministério do Esporte já distribuiu 4915 bolsas para as atletas nacionais.

Ministério do Esporte

 O aumento reflete no resultado das conquistas femininas brasileiras nas competições.

 Nos jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, o Brasil conquistou 141 medalhas, dessas 58 eram de bolsistas – das quais 20 femininas. As mulheres bolsistas obtiveram 3 ouros, 8 pratas e 9 bronzes. Lucélia Ribeiro do karatê, Luísa Matsuo da ginástica rítmica e Ana Luiza Mello do tiro esportivo conquistaram ouro.

Já no Parapan-Americano, o País conseguiu resultados ainda melhores, 197 medalhas, sendo 156 de bolsistas – 29 mulheres, que conquistaram 07 ouros, 12 pratas e 10 bronzes.

O programa Bolsa-Atleta é mantido desde 2005 e já se tornou o maior programa de patrocínio individual de atletas do mundo. O público-alvo são atletas e para-atletas de alto rendimento que obtêm bons resultados em competições nacionais e internacionais de sua modalidade.

O programa visa garantir a manutenção pessoal aos atletas, ao buscar dar as condições necessárias para que se dediquem ao treinamento esportivo e possam participar de competições que permitam o desenvolvimento de suas carreiras. O País investiu, de 2005 a 2011, R$224,2 milhões no Bolsa-Atleta, e para este ano o orçamento é de R$ 55,5 milhões.

Atualmente, são quatro as categorias de bolsa oferecidas pelo Ministério do Esporte: Estudantil, Nacional, Internacional e Olímpica/Paraolímpica. O valor do benefício mensal varia de R$ 370,00 a R$ 3.100,00. Os atletas recebem a ajuda durante um ano, e podem candidatar-se à renovação, desde que tenham se mantido em competição e obtido bons resultados durante o período.

O programa atende atletas de 74 modalidades. A prioridade do atendimento é para atletas de esportes que compõem os programas dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos. Em seguida, o benefício se destina a atletas de modalidades do programa dos Jogos Pan-americanos e das demais competições.

Com informações do Ministério do Esporte

 

..