Detran acha irregularidades e fecha clínica de exames

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de abril de 2003 as 17:40, por: cdb

A Corregedoria-Geral do Detran flagrou nesta sexta-feira, pela manhã, na Clínica Cido, na Avenida Rio Branco, centro do Rio, irregularidades nos exames para renovação de carteira de habilitação.

O fato foi constatado a partir de denúncia anônima que indicava que outros médicos assinavam os exames em nome do proprietário da clínica, Mariton Almeida Pereira, de 64 anos, único médico credenciado para atestar os laudos. A clínica ficará fechada por 15 dias e poderá ser descredenciada.

O flagrante aconteceu depois que a contadora Ana Amélia de Souza Acuy, 36 anos, foi atendida na Clínica Cido pelo médico João Carlos Almeida Pereira, irmão do proprietário, e que não é credenciado pelo Detran para assinar os exames. Os agentes da Corregedoria, que aguardavam na recepção da clínica, abordaram Ana Amélia quando saía do consultório com um exame assinado supostamente por Mariton Almeida, ausente naquele momento do local.

Depois de flagrada a irregularidade, a secretária da clínica, Aline Marinho de Oliveira, 21 anos, e Ana Amélia foram encaminhadas para prestar depoimento na 1ª DP, na Central do Brasil. O médico João Carlos fugiu.

Esta não é a única irregularidade constatada nas clínicas de Mariton Almeida. Ao chegar à Clínica Decatran, na Avenida Passos, 91, sobreloja, sala 202, também de propriedade do médico, os usuários eram obrigados a se dirigir à Clínica Cido, já que na primeira não havia médicos suficientes para atender à demanda. De acordo com o diretor da Divisão de Exames Médicos e Psicotécnicos do Detran, Sérgio Eduardo Amar Jaimovick, as duas clínicas já estão suspensas.