Desde de 2007, número de brasileiros impedidos de entrar na Espanha diminuiu 50%

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de abril de 2012 as 15:58, por: cdb

Gilberto Costa
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O número de brasileiros que não puderam entrar na Espanha (aeroporto de Madri, Barajas) caiu de 3.013 para 1.402 entre 2007 e 2011. A informação é do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

Desde 2008, o Itamaraty tem formalizado no governo espanhol e na Embaixada da Espanha, em Brasília, a insatisfação com o tratamento dispensado aos turistas brasileiros. Em 2008, 2.196 foram impedidos de entrar na Espanha; em 2009, o número caiu para 1.714; e em 2010, a quantidade de brasileiros barrados foi 1.605

Apesar da diminuição, a Espanha ainda é o país europeu que mais cria dificuldades para a entrada de turistas brasileiros. A capital espanhola, Madri, por exemplo, registra um número maior de brasileiros barrados que em outras cidades europeias. Em Frankfurt (Alemanha) por exemplo, em 2010, o numero foi 34.

Por outro lado, entre 2008 e 2011, o número de espanhóis impedidos de entrar no Brasil passou de 44 para 125, segundo dados da Polícia Federal (PF), órgão responsável pelo controle de fronteiras. Na próxima quarta-feira (11), a PF deverá anunciar um balanço de espanhóis barrados no Brasil desde o dia 2 de abril, quando o governo brasileiro decidiu aplicar o princípio da reciprocidade.

Agora, para entrar no Brasil, os espanhóis têm de apresentar bilhete aéreo de volta; reserva de hotel ou carta convite; comprovação de que dispõem de pelo menos R$ 170 por dia para a temporada de visita. Os cidadãos espanhóis com algum problema consular no Brasil deverão ligar para o número de plantão da Embaixada da Espanha: (61) 9961-0583.

 

Edição: Aécio Amado