Deputados querem punição para negligência diante de ocupações do MST

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 4 de julho de 2003 as 17:13, por: cdb

O Ministério Público foi acionado a pedido do presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Agricultura, deputado Ronaldo Caiado (PFL-GO), para que puna possíveis casos de negligência de autoridades federais diante das ocupações praticadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

O ofício encaminhado ao procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, é assinado também pela deputada Kátia Abreu (PFL-TO).

No documento, os parlamentares pedem ao Ministério Público “que se apurem os fatos e se determinem as providências legais contra as autoridades que negligenciam irresponsável e criminosamente contra o Estado de Direito”.

Para o líder do PT no Senado, Tião Viana (AC), partidos de oposição, como o PFL e o PSDB, perderam “o eixo” quando foram para a oposição. A seu ver, os dois partidos “têm trocado o conteúdo pela forma” na avaliação sobre as invasões de terras promovidas pelo MST.

Tião Viana acrescenta que, ao invés de discutirem com o governo as questões estruturais das injustiças no campo e apresentarem soluções melhores que as do Executivo, esses partidos “ficam preocupados com problemas cosméticos, como o uso de um boné (do MST) pelo presidente da República”.