Deputado estuda propor CPI para apurar preços de combustíveis

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 1 de junho de 2011 as 12:55, por: cdb

O deputado Dr. Ubiali (PSB-SP) disse hoje que talvez seja necessária instaurar uma comissão parlamentar de inquérito para apurar melhor como ocorre o processo de formação dos preços de combustíveis no País.

Ubiali foi um dos parlamentares que sugeriram a audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio para debater o tema. Um dos pontos que não ficou esclarecido na reunião para o parlamentar é a razão de a Petrobrás vender combustível por um preço mais barato nos países vizinhos do que o praticado no Brasil.

O presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes, Paulo Miranda Soares, negou que exista um cartel entre os vendedores de combustíveis. “Devemos ser o setor mais fiscalizado do País. Se há algum indício de formação de cartel, ele com certeza é algo isolado”, afirmou.

Soares disse que os preços praticados na venda de combustíveis em todo o mundo são bastante próximos e criticou a forma com que o governo cobra os impostos do setor.

Falta planejamento
Também na audiência, o presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar, Marcos Sawaya Jank, assumiu que a falta de planejamento provocou as baixas no estoque de etanol ocorrida há alguns meses. Segundo ele, mesmo com o aumento da capacidade de produção das usinas, houve uma falta de coordenação no episódio.

Jank criticou a falta de investimentos das montadoras de automóveis nos motores flex, que, segundo ele, pararam de evoluir. Para o dirigente, se as pesquisas tivessem continuado, o etanol já teria um rendimento bem superior nesses motores.

A audiência já terminou.

Tempo real:14:13 – Empresas distribuidoras não influenciam preço do álcool, diz sindicato09:22 – Comissão debate política de preço dos combustíveisReportagem – Sílvia Mugnatto/Rádio Câmara
Edição – Juliano Pires