Depois de Saddam Americanos prenderam mais de cem

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 21 de dezembro de 2003 as 14:34, por: cdb

O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, general Richard Myers, disse neste domingo que a captura de Saddam Hussein levou à prisão de “mais de cem” iraquianos, entre os quais os líderes da insurgência. Em entrevista ao programa Fox News Sunday, Myers disse que o ex-ditador iraquiano não está cooperando com as autoridades americanas, que têm o interrogado desde que foi preso em Tikrit.

– A única coisa que posso dizer é que ele não tem cooperado – disse Myers.

As tropas americanas têm combatido os grupos rebeldes desde que Saddam foi capturado, no domingo passado. Segundo o governo americano, iraquianos fiéis a Saddam já mataram 200 soldados americanos desde que o fim da guerra foi anunciado no dia primeiro de maio deste ano. Myers disse não ter um número certo ainda porque a conta ainda está sendo feita.

– Algumas das informações que obtivemos quando capturamos Saddam Hussein nos fez entender melhor a estrutura da resistência e os elementos do antigo regime e nós conseguimos capturar mais de cem pessoas. Nós acreditamos que alguns deles sejam líderes da insurgência, líderes da célula.