Dentista é morta dentro do consultório

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 17 de abril de 2003 as 15:23, por: cdb

O corpo da dentista Alda Braga de Arruda Botelho Maglio, de 39 anos, foi encontrado em seu consultório, na noite da última quarta-feira (16), pelo marido e por PMs, que tiveram que arrombar o portão.

A perícia constatou 12 perfurações, provocadas por um objeto pontiagudo, entre o pescoço e o coração da vítima.

O carro, um computador e a bolsa de Alda foram levados. A polícia investiga o caso, tentando identificar um possível suspeito, que seria um novo cliente: ele tinha marcado, pessoalmente, na véspera, uma consulta.

Alda, sepultada esta quinta-feira, tinha uma filha de 7 anos.