Defesa Civil fecha deposito irregular de botijões de gás

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 13:20, por: cdb

29/03/2012 16h12 – Atualizado em 29/03/2012 16h12 Defesa Civil fecha deposito irregular de botijões de gás Segundo Chico do Planalto, havia risco iminente de acidentes no local (Foto : divulgação Defesa Civil)

 

Mais um depósito irregular de gás de cozinha foi fechado. Na última segunda-feira (26), a Defesa Civil de Imperatriz descobriu, através de denúncia anônima, a localização do deposito. Como não possuía as condições mínimas para a armazenagem do combustível, o proprietário foi orientado a devolver os vasilhames à distribuidora.

Na manhã da última quarta-feira (28), o órgão voltou a visitar o local. Na ocasião, o proprietário afirmou já ter devolvido os botijões. O coordenador da Defesa Civil de Imperatriz, Francisco das Chagas Silva, o Chico do Planalto, explicou as ações que seriam adotadas, caso os vasilhames ainda estivessem na casa. “Chegando lá, se ele ainda estiver com o produto, o proprietário da casa será punido e os botijões serão recolhidos”, explicou.

A venda de combustíveis, entre eles o gás de cozinha, é regulada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Quem trabalha com este tipo de material precisa adequar-se a uma série de exigências. No caso da casa visitada pela Defesa Civil, a medida foi tomada como uma forma de proteger os moradores de casa e toda a vizinhança, já que havia risco de acidentes no local. Segundo Chico do Planalto, os requisitos básicos de segurança não foram respeitados no local. Nem mesmo extintores de incêndio havia no local.

Chico do Planalto aproveitou para reforçar os riscos existentes no local. “O risco era iminente. Poderia ocorrer um grave acidente, que prejudicaria, inclusive, os vizinhos”, explicou.

A ideia de não recolher imediatamente os vasilhames foi uma forma de conscientizar o comerciante sobre a situação. Assim, a Defesa Civil espera que a própria comunidade saiba dos riscos do armazenamento irregular de combustíveis.

A população também pode participar da fiscalização através de denúncias, que podem ser feitas na sede da Defesa Civil de Imperatriz, localizada no prédio do Imperatriz Shopping, na rua Dorgival Pinheiro de Sousa, esquina com a Sergipe, ou através do telefone (99) 8834-0130.

Fiscalização

Atualmente, a Defesa Civil fiscaliza, diariamente, os postos de combustível. Segundo Chico do Planalto, a cidade dispõe de 48 postos, sendo que dois estão fora de funcionamento. Dos 46 operantes, o órgão municipal já visitou 38. Também estão sendo feitas as vistorias requisitadas pelos proprietários dos estabelecimentos.