Decisão do futuro da Eletronet deve sair no final de abril

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de abril de 2003 as 15:19, por: cdb

A decisão sobre o destino da Eletronet ficou para a próxima semana, quando será realizada a assembléia geral que pode ratificar a falência proposta no final de março pelo Conselho de Administração da empresa. O encontro, previsto para esta segunda-feira, foi adiado para 24 de abril.

O presidente do Conselho de Administração da Eletronet, Gastão de Almeida Rocha, disse que uma alternativa que ainda deve ser considerada é o “equacionamento financeiro” da companhia, passando por uma redução de pessoal e gastos.

Porém, o executivo disse que “ainda pode haver a falência com operação”.

A Eletronet, com rede de 16 mil quilômetros de fibras ópticas em 20 Estados, tem cerca de 10 clientes e pouco menos de 100 funcionários. Segundo Rocha, há interessados na compra da empresa.

A Eletronet, que enfrenta dificuldades financeiras, continua operacional e não perdeu clientes, de acordo com o executivo. Nos primeiros nove meses de 2002, o prejuízo foi de 74 milhões de reais. O resultado do ano passado não foi divulgado. A empresa tem dívida acumulada de 550 milhões de reais.

Embora o grupo norte-americano de energia AES controle a Eletronet via AES Bandeirante, com 51% das ações, é a Lightpar, subsidiária da Eletrobrás, com 49%, que está tocando o negócio.

A AES Bandeirante foi afastada da gestão da Eletronet em setembro porque deixou de honrar pagamento de quase 13 milhões de reais da correção monetária de um aporte de capital. A assembléia do dia 24 deve decidir também sobre a suspensão do exercício dos direitos de acionista da AES Bandeirante. A Eletrobrás já anunciou que não pretende pagar as dívidas da Eletronet.