Debate: Vanessa vence Arthur e mostra que tem melhor proposta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de outubro de 2012 as 16:43, por: cdb

“Ser do time de Lula e de Dilma é um orgulho. Eu quero ser para Manaus o que Dilma está sendo para o Brasil. Eu quero cuidar de Manaus como uma mãe cuida de um filho”, com essas palavras, a candidata Vanessa mostrou ao povo que está pronta para administrar Manaus e que conta com uma virada histórica, no próximo domingo, quando os eleitores forem votar para mudar a cidade, em favor de uma administração participativa e liderada pela primeira mulher na história política dos manauaras.

Vanessa foi direta nas respostas, ao afirmar no debate da TV A Crítica desta terça-feira (23), contra o tucano Arthur Neto, que está pronta para dar a sua contribuição na administração de uma nova Manaus.”Vou congelar a tarifa do transporte coletivo pelo tempo que for necessário, porque vamos fazer uma auditoria completa no sistema. Não vou demitir servidores, pelo contrário, vou contratar mais pessoas para trabalhar nas creches, nas escolas de tempo integral que construiremos e para as áreas de saúde e da administração pública em geral”, destacou.

Leia também:

Vanessa desafia Arthur; sem resposta tucano fica de bico calado

Chefe de segurança de Artur invade reunião de Vanessa

Vanessa enfrenta grupo político que governa Manaus há 28 anos
  A candidata Vanessa sublinhou que os servidores terão orgulho de seu papel, porque o governo participativo será criado e a administração será totalmente descentralizada. “Nos primeiros cem dias vou levar água para as pessoas que não têm, porque temos como fazer isso. A cidade estará mais limpa em todas as zonas e não somente nas áreas dos ricos”.
Vanessa disse “que vai regulamentar os mototaxistas e concederá licenças para, no mínimo, seis mil deles, que poderão trabalhar por toda a Manaus”, com essa postura afirmativa de sua gestão municipal, se assim o povo decidir na virada histórica que se aproxima, nas urnas do próximo domingo, a candidata Vanessa deixou claro à população, no debate da TV A Crítica, que os eleitores podem confiar e acreditar nela, como a primeira mulher a governar Manaus. “Peço o seu voto para mudar Manaus”.

No debate ficou nítido que o governo de FHC (1995-2002), onde Arthur Neto foi ministro e um dos principais conselheiros tucanos, se tentou destruir a Zona Franca de Manaus e que isso somente não foi possível pelas ações de Lula e Dilma, que prorrogaram a Zona Franca de Manaus por dez anos (Lula) e 50 anos (Dilma).

Vanessa avançou mais dizendo que o gasoduto é uma realidade em função das ações de Lula e não de FHC. “Foi com a nossa iniciativa, que entramos com uma ação contra o transporte de gás por balsas do Amazonino Mendes, pela defesa da construção do gasoduto, que hoje existe o gasoduto que é responsável por 40% da energia da cidade”, salientou.

Ficou nos expectadores a firmeza de Vanessa em afirmar que vai contratar gente, que vai criar empregos, que a água vai chegar nas casas dos mais humildes, que as zonas Norte,Leste e o restante da cidade, onde vive o povo trabalhador, receberá um atendimento prioritário da administração municipal. Que Manaus vai ter creches e escolas em tempo integral, tudo isso se Vanessa for eleita prefeita com o voto popular, no próximo domingo, dando à cidade o privilégio de ser administrada pela primeira mulher em sua história, como Dilma é a do Brasil, justamente a presidenta, que veio a Manaus, no dia 22 de outubro para apoiar Vanessa na sua caminhada à prefeitura. “Quero ser para Manaus o que Dilma é o para o Brasil”, declarou Vanessa.

Da sucursal no Amazonas

 

..