De virada, Timão supera o Paraná

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 22 de setembro de 2002 as 19:39, por: cdb

O Corinthians demonstrou um poder de reação incrível e conseguiu a vitória por 2 a 1, de virada, sobre o Paraná Clube. Os dois gols alvinegros saíram nos últimos cinco minutos da partida, ambos marcados por Guilherme.

Com esse resultado, o Corinthians subiu para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos. O Paraná, por sua vez, caiu para a zona do rebaixamento, com apenas 10 pontos.

As duas equipes entraram em campo com problemas na escalação. O lateral-direito Rogério precisou ser poupado e foi substituído por Ângelo no time paulista. Quem desfalcou o Paraná foi o veterano Maurílio, que deu lugar para o atacante Ronaldo.

Diferente das últimas partidas que jogou no Pacaembu, o Corinthians não começou bem e teve muitas dificuldades para criar oportunidades de gol nos primeiros minutos.

As poucas vezes que o Corinthians conseguia chegar ao ataque eram lances com participação do volante Vampeta. Aos 7min, ele recebeu uma bola na intermediária e arriscou um chute por cima do gol.

Aos 19min, o pentacampeão corintiano fez mais uma boa jogada individual, mas foi desarmado por Goiano na hora da finalização da entrada da área.

O Paraná, que ainda não havia finalizado em gol, aproveitou uma falha do adversário para abrir o placar aos 21min: no contra-ataque, Fabinho fez boa jogada, Fábio Luciano afastou errado e a bola sobrou para Márcio, sozinho, marcar seu sétimo gol na competição.

O Corinthians quase empatou a partida no minuto seguinte, quando Gil cruzou para Guilherme, da pequena área, desviar fraco e o goleiro Marcos espalmar a bola. Na cobrança de escanteio, Gil cabeceou e o goleiro paranista fez outra excelente intervenção.

O time alvinegro tinha muitas dificuldades para escapar da implacável marcação adversária no meio-de-campo e só conseguiu levar perigo novamente aos 42min, quando Renato cobrou falta e o goleiro Marcos afastou de soco.

Aos 44min, Márcio recebeu um grande lançamento a bateu para boa defesa de Doni, mas o lance já estava invalidado porque o atacante estava supostamente em posição irregular. Nos acréscimos, o goleiro paranista fez outra boa defesa em um chute de Gil e garantiu o empate parcial.

O Corinthians voltou mais ligado do intervalo e quase empatou a partida logo aos 5min, quando Gil aproveitou a sobra do escanteio e bateu para o lateral Bosco salvar em cima da linha.

Quatro minutos mais tarde, foi a vez do Paraná desperdiçar uma chance de ouro: depois do escanteio, Alexandre cabeceou no travessão e, no rebote, Márcio desviou de peixinho para Doni fazer excelente defesa.

Insatisfeito com o rendimento da equipe, o treinador Carlos Alberto Parreira fez duas alterações, colocando Fabrício e Marcinho nos lugares de Renato e Deivid.

Aos 19min, Alexandre foi derrubado por Doni e o árbitro Wagner Tardelli marcou o pênalti. Márcio cobrou mal e o goleiro corintiano fez uma boa defesa.

O Corinthians perdeu uma chance de ouro de empatar o jogo aos 29min, quando Gil recebeu no peito, driblou o goleiro, mas ficou sem ângulo e saiu com bola e tudo pela linha de fundo.

O Corinthians não estava bem na partida, mas acabou conseguindo a virada nos últimos cinco minutos de jogo. Aos 39min, Marcinho cruzou para Deivid, que cabeceou para o meio e Guilherme completou para o gol.

Três minutos mais tarde, Vampeta foi derrubado por Xandão dentro da área e o pênalti foi assinalado. Guilherme cobrou com precisão, marcou seu segundo gol na partida e garantiu a vitória corintiana.

CORINTHIANS 2 x 1 PARANÁ

Corinthians
Doni; Ângelo (Fabrício), Anderson, Fábio Luciano e Kléber; Fabinho, Vampeta e Renato (Marcinho); Deivid, Guilherme e Gil (Leandro)
Técnico: Carlos Alberto Parreira

Paraná
Marcos; Bosco, Xandão, Rodrigão e Fabinho; Sidnei, Émerson, Alexandre e Goiano; Ronaldo e Márcio
Técnico: Otacílio Gonçalves

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Juiz: Wágner Tardelli Azevedo (RJ)
Cartões amarelos: Renato, Anderson (C); Márcio (P)
Gols: Márci