Dandara em 03/04/2012: Luta e mais uma Audiência Judicial

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 13:57, por: cdb

Nota àImprensa e à Sociedade

Ontem, dia 03 de abril de 2012, cerca de 400 pessoas da Ocupação-ComunidadeDandara, no Céu Azul, Nova Pampulha, em Belo Horizonte, MG, Brasil, levantaramde madrugada, não para ir oferecer sua força de trabalho para as classes médiae alta, mas para ir pra luta. Em vários ônibus e, com grande animação, às05:00h da madrugada partiram para o centro de Belo Horizonte. Acamparam naporta da prefeitura de Belo Horizonte e lá permaneceram manifestando o diainteiro. Também vieram dezenas de pessoas da Ocupação-comunidade ZilahSposito-Helena Greco apoiar a luta de Dandara, além de representantes da ComunidadeVila da Fé e de muitas outras comunidades e movimentos populares. Osprofessores da rede municipal de Belo Horizonte, em greve há 3 semanas, tambémse juntaram ao povo dandarense na porta da Prefeitura de BH.

O grito dado o dia inteiro foi DESAPROPRIAÇÃO JÁ DO IMÓVEL ONDE ESTÁ VIVENDO CERCA DE MIL FAMÍLIAS DACOMUNIDADE DANDARA. Distribuímos um Manifesto com o título “DESAPROPRIAÇÃO JÁ!!! Dez razões para a prefeitura de Belo Horizontedesapropriar o imóvel da Comunidade DANDARA.” (já disponibilizado na internet,inclusive em www.gilvander.org.br)

Naparte da tarde, das 14:00h às 16:30h, aconteceu maisuma Audiência Judicial de tentativa de conciliação na 6ª Vara de FazendaPública Estadual, sob a presidência do juiz Dr. Manoel dos Reis Moraes.Infelizmente a Construtora Modelo continua arrogante, de salto alto,discriminando e humilhando as famílias de Dandara. Assim, a Construtora nãomanifestou nenhum interesse em uma saída negociada. Exige o tempo todo só seusinteresses empresariais. Isso se percebe na fala dos representantes daconstrutora e pelo que estão exigindo no processo. Por motivo ridículo pediraminclusive a suspeição do juiz no TJMG. O prefeito Márcio Lacerda continuainsensível e ignorando Dandara, se negando a desapropriar Dandara. Osrepresentantes do prefeito continuam querendo tapar o sol com a peneira. Naprática, dizem que quem luta não pode receber casa popular. Só quem ficarresignado esperando numa fila ilusória que não anda e parece que nem existe. OGovernador Anastásia se limitou a dizer que aceita ser codjuvante, isto é,auxiliar, na resolução do conflito, mas diz que não tem dinheiro paradesapropriar Dandara. Faltou representante do Governo Federal.

Na Audiência Judicial, os advogados da DANDARA, a DefensoriaPública do estado de Minas Gerais e o Ministério Público estadual defenderammais uma vez a desapropriação do terreno (compra forçada pelo Poder Público) deDandara como única saída viável para resolução do maior conflito fundiáriourbano do estado de Minas Gerais, garantindo o direito de morar deaproximadamente cinco mil pessoas.

Enfim,como não houve conciliação, o processo segue e a luta continuará até a vitória.

Obs.:Eis, abaixo, alguns links de vídeos de mostram um pouco do que foi a luta nafrente da Prefeitura de BH, ontem:

1.Dandara/Vila daFé e Zilah Sposito-Helena greco. Luta pela desapropriação de Dandara.03/04/2012:
http://www.youtube.com/watch?v=g6n-HlEWUAI&list=UUwGdEdUO2-e4KgNTd4VSe7Q&index=1&feature=plcp

2. Dandara e Vila da Fé na frente daPrefeitura de Belo Horizonte. 03/04/2012:
http://www.youtube.com/watch?v=NLoEiwcaPdE&list=UUwGdEdUO2-e4KgNTd4VSe7Q&index=2&feature=plcp

3. Zilah Sposito-Helena Greco, Vila daFé e Dandara na frente da prefeitura de Belo Horizonte. 03/04/2012. http://www.youtube.com/watch?v=PlAuQnzKZ5s&list=UUwGdEdUO2-e4KgNTd4VSe7Q&index=3&feature=plcp

4. Dandara em luta na porta daprefeitura de Belo Horizonte. 03/04/2012:
http://www.youtube.com/watch?v=tr5hI2_DXEY&feature=youtu.be

Abraçoterno.
FreiGilvander Moreira (www.gilvander.org.br)
P/Rede de Apoio às Ocupações-Comunidades Dandara, Zilah Sposito-Helena Greco, CamiloTorres e Irmã Dorothy, e Comunidade Vila da Fé.

BeloHorizonte, 04 de abril de 2012.