CUT articula greve geral para março

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de dezembro de 2001 as 21:48, por: cdb

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) vai articular uma greve geral, marcada para ocorrer inicialmente na primeira quinzena de março. A informação foi divulgada pelo presidente da CUT nacional, João Felício. O objetivo da paralisação, segundo o dirigente, é o de protestar contra a aprovação da flexibilização da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) esta semana pela Câmara.

De acordo com Felício, a idéia partiu da Executiva Nacional da central, realizada esta tarde. “Estamos detectando uma indignação muito grande por parte das pessoas que tomam conhecimento sobre o assunto. Só agora os trabalhadores estão ficando a par do projeto, que foi pouco discutido antes de sua aprovação pela Câmara”, afirma.

O presidente da CUT disse que a intenção da greve é a de envolver não só os sindicatos, mas extrapolar o ato para um movimento popular. “Achamos que o momento é oportuno porque a votação do projeto no Senado deverá ocorrer apenas no final de março”, afirmou. Felício adiantou também que a CUT aproveitará o Fórum Mundial Social, que ocorrerá em janeiro para discutir o assunto. “Temos pelo menos 4 mil sindicalistas inscritos no evento. A intenção é fazer um fórum paralelo ao Congresso principal para debater o tema”, disse

Outra idéia que partiu da Executiva foi a de transformar o dia 8 de março (Dia Internacional da Mulher) no Dia Contra a Flexibilização da CLT. “As mulheres brasileiras têm que ter o direito de licença-gestante garantido. É preciso que elas se mobilizem em razão disso”, ressalta.

O presidente nacional da CUT enfatizou que a central entrará com uma denúncia pública contra o ministro do Trabalho, Francisco Dorneles, na Organização Internacional do Trabalho (OIT). “Não vamos admitir que o ministro utilize meios pouco recomendáveis para ganhar o apoio da Força Sindical na aprovação da mudança da CLT”, afirma, referindo-se ao pagamento de R$ 785 mil, destinados à central para uma possível aplicação na qualificação de trabalhadores.