Cursinho Popular da FWF bate recorde de aprovações

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 14 de março de 2012 as 07:31, por: cdb

Cursinho popular

Ingressar no ensino superior é o sonho de todo jovem estudante que conclui o Ensino Médio, para que possa continuar sua formação como profissional. A Prefeitura de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz (FWF), criou o Programa Universidade ao Alcance de Todos, no qual oferece a esses jovens alunos uma oportunidade gratuita de tornar esse sonho realidade. Em 2012, o Programa aprovou quase 500 alunos, entre vestibulares e concursos de 2011.

As aulas do Cursinho Popular/Pré-Vestibular da FWF acontecem em várias unidades distribuídas pelos bairros de Teresina. Para todos os colaboradores envolvidos no Projeto, esse resultado é fruto do trabalho de uma equipe movida por uma perspectiva de educação intensiva, que atinja, de fato, aqueles que não possuem condições de custear um cursinho privado. Dentre as unidades que obtiveram maior número de aprovações está a Vila Bandeirantes, com 37% das aprovações, o bairro Promorar, com 33% e o bairro São Francisco Norte, com 31% de aprovações.

Garantir a cada participante uma metodologia de aprendizado e ensino de qualidade, capaz de promover o seu desenvolvimento social para sua inclusão na vida comunitária e, futuramente, no mercado de trabalho, define o Programa Universidade ao Alcance de Todos como uma iniciativa transformadora em sua totalidade.

Os alunos do Programa são oriundos do ensino público. Dentro da visão do prefeito Elmano Férrer, de fazer cada vez mais pelo ensino da nossa cidade, foi possível aprovar um número recorde de aprovações. “A novidade é que nesse ano, as aulas iniciam no primeiro semestre, pois nos anos anteriores elas só iniciavam no segundo semestre”, afirma o presidente da FWF, Antônio Aguiar.

A aula inaugural do Programa acontecerá dia 24 de Março, no Atlantic City Club, seguindo até a véspera do Enem, previsto para o dia 02 de dezembro. O Projeto conta com, aproximadamente, 30 turmas de pré-vestibular. As aulas serão realizadas de segunda a sexta e aos sábados acontecerão as revisões e os simulados. Os interessados podem efetuar a inscrição portando a cédula de identidade, CPF e comprovante de residência.

“Essa é uma iniciativa maravilhosa, porque ajuda muitos alunos que têm dificuldade e precisam de um auxílio, de uma visão mais aprimorada do que é estudar para ensino superior”, afirma Rafael Morais, aluno do cursinho no bairro Buenos Aires e aprovado no curso de Engenharia de Agrimensura pela UFPI.