Curitiba será base para teste de banda larga móvel

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 31 de agosto de 2004 as 12:11, por: cdb

Depois de darem demonstrações da tecnologia CDMA durante a temporada de inverno em Campos do Jordão, São Paulo, a Vivo e a Motorola iniciaram um teste com solução de banda larga móvel de alta velocidade CDMA 1xEV-DO da Motorola na rede da operadora em Curitiba, capital do Paraná.

Segundo as empresas, esse serviço 3G oferecerá aos assinantes taxas de transmissão de dados mais altas, com velocidades máximas de até 2,4 Megabits por segundo (Mbps), provendo acesso em tempo real a serviços e aplicativos como e-mail, Internet, downloads de música e arquivos, e streaming de vídeo e áudio.

A tecnologia CDMA2000 1xEV-DO, considerada o próximo passo na evolução do CDMA, é indicada especialmente para serviços de transmissão de dados. De acordo com o comunicado das companhias, essa tecnologia reduz o custo de entrega de dados, ao mesmo tempo em que habilita aplicativos a velocidades maiores. A solução CDMA2000 1xEV-DO assegura a essa gestão de custos por meio de atualizações planejadas de rede, que integrarão as atuais redes CDMA2000 1X das operadoras de forma a maximizar a reutilização de seus equipamentos de infra-estrutura existentes.

“Soluções tecnológicas que propiciam a nossos clientes acesso a serviços móveis avançados, como a do CDMA2000 1X, permitem oferecer serviços 3G a assinantes em todo o Brasil, mas somente nas áreas que dispõem dessa tecnologia”, diz Javier Rodriguez, vice-presidente de tecnologia e redes da Vivo.

Jose Figueroa, vice-presidente corporativo e gerente geral do Setor de Soluções de Telecomunicações Globais da Motorola para a região da América Latina e Caribe disse que “No teste, a Motorola irá atualizar seus equipamentos Base Transceiver Subsystems (BTS) já existentes, acrescentando um novo módulo Multi-Channel CDMA para habilitar o serviço CDMA2000 1xEV-DO”.