Curdos afirmam dominar Mosul

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de abril de 2003 as 08:36, por: cdb

Tropas curdas tomaram o centro de Mosul, a terceira maior cidade do Iraque, no norte do Iraque.

De acordo com um repórter da agência de notícias Reuters no centro da cidade, há vários combatentes curdos em pontos-chave de Mosul e não há sinais de soldados americanos.

Mais cedo, um comandante americano havia dito que a cidade seria ocupada por forças americanas e britânicas e que os curdos ficariam de fora da cidade.

Na quinta-feira, a Turquia, que se opõe à criação de uma área curda independente no norte do Iraque, manifestou preocupação com a tomada de Kirkuk por forças curdas.

Abandono

Segundo um comandante curdo citado pela Reuters, Mosul caiu sem luta.

O comandante curdo disse a um correspondente da agência de notícias que as forças iraquianos tinham abandonado a cidade.

Blindados americanos foram vistos se deslocando em direção a cidade.

Um especialista da BBC disse que a queda de Kirkuk e a provável tomada de Mosul abrem novas alternativas para que as forças americanas possam atacar Tikrit, cidade natal de Saddam Hussein.

Segundo esse especialista, a cidade deve continuar a ser fortemente bombardeada nos próximos quatro ou cinco dias, enquanto reforços americanos se prepararam para o que poderia ser a última batalha da guerra.

A participação das forças curdas nas operações das tropas americanas também foi intensificada nos últimos dias.

Durante a ocupação de Kirkuk, na sexta-feira, prédios do governo foram incendiados e uma estátua do presidente iraquiano, Saddam Hussein, foi derrubada, em uma repetição das imagens registradas em Bagdá na última terça-feira.

Funcionários do Pentágono, no entanto, afirmam que a presença curda em Kirkuk contrariou um pedido das forças americanas para que os curdos ficassem fora da cidade.

Turquia

A Turquia, que condena a autonomia curda no norte do Iraque, manifestou preocupação com a invasão de Kirkuk e ameaçou ordenar uma intervenção militar na região, caso os curdos permaneçam no controle da cidade.

Em um esforço para evitar a polêmica, os Estados Unidos convidaram o governo turco a enviar observadores a Kirkuk e garantiram que os curdos deixarão a cidade em breve.

De acordo com o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, Kirkuk “ficará sob controle americano”.

Líderes curdos na região confirmaram as declarações do governo americano e disseram que suas forças vão se retirar da cidade nesta sexta-feira e passar o controle de Kirkuk para as tropas americanas.

Em Washington, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, declarou que as tropas iraquianas na região abandonaram suas armas e não representam mais uma ameaça para as forças americanas.