Cuidados iguais

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 21 de outubro de 2012 as 11:50, por: cdb

Dória garantiu concentração do início ao fim da partida em Florianópolis (Crédito: AGIF)

Os objetivos são diferentes, mas a luta é a mesma. Adversário do Botafogo na quarta-feira, o Figueirense briga arduamente contra o rebaixamento, bem distante da disputa pela Libertadores, sonho do Glorioso. Para Dória, o rival tem qualidades, além de vir de belo triunfo contra o Internacional. 

“O time do Figueirense é uma grande equipe. Passam por um momento difícil, brigando contra o rebaixamento, mas vêm de uma grande virada sobre o Internacional”, lembrou o zagueiro, que garantiu o mesmo comprometimento exibido na vitória sobre o Vasco.

“Para nós é indiferente. Todo jogo nós nos entregamos desde o início. Lá no Orlando Scarpelli não será diferente”, garantiu.

Além da gana do rival contra o rebaixamento, a preocupação alvinegra está no artilheiro Aloísio, quarto maior goleador do Brasileiro, com 12 gols. Um dos responsáveis por segurar o atacante, Dória revelou estar atento.

“É um centroavante forte e também muito rápido. Estaremos ligados para estar em cima dele o tempo todo”, adiantou.

Embora tenha o retorno de Andrezinho, o Botafogo não contará com Márcio Azevedo, suspenso. Companheiro de lado esquerdo do lateral, Dória expressou confiança em Lima, provável substituto.

“Todos do elenco estão prontos e demonstraram isso no campeonato. O Lima também é muito bom, já estou acostumado com ele. Todos que entrarem vão dar conta do recado”, encerrou.

O Botafogo encara o Figueirense às 22h desta quarta-feira, em Florianópolis, pela 32° rodada do Brasileiro.

Rodrigo Paradella