Cristovam garante mudanças no provão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 7 de setembro de 2003 as 14:37, por: cdb

Este é o último ano em que os estudantes do ensino superior realizarão o Exame Nacional de Cursos, o Provão, nos moldes em que foi concebido ainda no governo Fernando Henrique Cardoso. A garantia é do ministro da Educação, Cristovam Buarque, que já recebeu uma primeira avaliação sobre mudanças no atual sistema.

Cristovam disse que vai fazer várias outras consultas, inclusive ao ex-ministro da Educação, Paulo Renato Souza, para avaliar e decidir os critérios de mudanças do Provão. “Eu quero fechar cursos”, afirmou o ministro, acrescentando que o sistema de avaliação atual, apesar de estabelecer o fechamento de cursos que estejam aquém da expectativa, jamais o fez. “A avaliação não fechou um único curso. Como é que essa avaliação é boa e não tem coragem de fechar curso ruim? É porque não era boa, senão teria coragem de fechar”, afirmou.

O Governo quer um sistema de avaliação que quando detectar um curso ruim, ele seja fechado. Acrescentou que “aquele Provão não dava para isso, senão o ministro anterior teria fechado. Ou não era bom o Provão, ou não era bom o ministro, porque se o sistema de avaliação é bom e ele não fechou nenhum curso, então o ministro é que não era bom”.