Criminosos ateiam fogo em ônibus em guerra de milícias em Ramos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010 as 08:29, por: cdb

Um ônibus da linha 940 (Ramos-Madureira) e quatro carros foram incendiados na madrugada desta sexta-feira, em Ramos. Segundo a polícia, cinco homens armados entraram no coletivo, obrigaram o motorista e o cobrador a descer do veículo e atearam fogo, sendo que não havia passageiros no momento.

As chamas ameaçaram invadir prédios e dezenas de moradores acordaram assustados e tiveram que sair às pressas de suas casas.

Segundo os moradores que assistiram à ação do grupo armado, o incêndio foi criminoso. As testemunhas viram um grupo atravessar um carro atravessar no meio da pista para impedir a passagem do ônibus e parte do bando teria ateado fogo no veículo, logo em seguida. As chamas se alastraram rapidamente e atingiram os carros estacionados no meio da rua. Os bandidos fugiram, mas antes deixaram um recado em um folheto deixado no local do incêndio. Para a polícia, o folheto reforça a suspeita que o motivo do ataque tenha sido uma guerra entre grupos de milícias pelo controle da região.

O incêndio foi controlado e não houve vítimas e a A PM informou que o policiamento em Ramos já foi reforçado.

Noite quente
Na noite desta quinta-feira, um outro incêndio destruiu pelo menos 100 carros em um depósito do Detran, na Avenida Brasil, na altura do Trevo das Margaridas, em Irajá, sendo que não houve feridos. As chamas começaram por volta das 22h e chegaram a pelo menos cinco metros de altura.

Também no fim da noite de quinta-feira, outro incêndio atingiu uma fábrica de roupas na esquina das ruas Benedito Otoni e Escobar, em São Cristóvão. Bombeiros dos quartéis Central, Maracanã, Caju, Benfica e São Cristóvão foram enviados para o local, onde as chamas atingiram dois depósitos e o segundo andar do prédio onde funcionava um escritório. Os bombeiros conseguiram controlar o fogo e não há registro de feridos.