Cribari ganha nova chance no time titular e formará dupla “internacional” com Victorino

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de setembro de 2011 as 09:50, por: cdb

Cribari ganha nova chance no time titular e formará dupla “internacional” com Victorino

Da Toca II

Rômulo Fegalli

Com as ausências dos zagueiros Naldo, machucado, e Léo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o defensor Cribari ganhará nova oportunidade de ser titular no jogo deste domingo, contra o Vasco, em partida marcada para as 16h, na Arena do Jacaré, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atleta formará dupla de zaga ao lado do uruguaio Victorino.

Cribari acredita que poderá demonstrar que o elenco do Cruzeiro está unido para elevar o time na competição e quem for escalado por Emerson Ávila fará o melhor para que a Raposa conquiste os três pontos neste domingo.

“Nesse momento é importante que aqueles que estão de fora e recebem uma oportunidade, entrem e deem o máximo que têm para o ajudar o grupo a sair dessa situação difícil”, disse ao Site Oficial.

Cribari e Victorino formarão uma dupla que pode ser considerada internacional, visto que o jogador atuou por 13 anos em vários times da Itália, como Lazio e Napoli, enquanto o uruguaio defende constantemente a seleção de seu país. Entretanto, Cribari acredita que a experiência pode ajudar nessa parceria, mas que ela tem que ser colocada em prática dentro de campo.

“Só no campo que vamos saber se dará certo. Temos que deixar de lado algumas coisas e entrar em campo com o melhor que cada jogador tem para conseguirmos a vitória que tanto precisamos e queremos”, ponderou.

Embora ainda não tenham atuado lado a lado em um jogo oficial, Cribari garante que falta de entrosamento não será problema tanto para ele quanto para Victorino. O zagueiro celeste destaca que o diálogo entre os dois será a chave para que a dupla tenha êxito e colabore para que o Cruzeiro vença o jogo.

“Nós dois conversamos muito durante essa semana e acertamos algumas coisas, porque a luta em campo será muito grande. Ainda não jogamos juntos em nenhuma partida e, portanto o diálogo será muito importante para conseguirmos trabalhar bem”, finalizou.

(Este