Criança é retirada de escombros na Argélia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de maio de 2003 as 13:45, por: cdb

Uma menina de 2 anos e meio foi retirada com vida, na sexta-feira, dos escombros de um prédio destruído pelo terremoto que atingiu a Argélia dois dias atrás.

Usando apenas uma camiseta laranja rasgada, a pequena Yousra Hamenniche foi tirada vagarosamente do monte de entulho a que foi reduzido o prédio de cinco andares. Relatos anteriores informavam que ela teria um ano e meio.

Mortos já passam de 1.500

– Ela está saindo, está saindo – gritou um dos membros da equipe de resgate francesa envolvida na operação. A menina foi tirada por um buraco feito no teto do edifício.

Imediatamente, ela recebeu oxigênio e um cobertor. Logo depois, foi levada para o centro médico mais próximo.

O número de mortos em todo o país chegou a quase 1.500 na sexta-feira. A Província de Boumerdes, onde Yousra estava, foi a mais atingida pelo terremoto, o pior dos últimos 20 anos.

– Agradeço a todos. Vocês fizeram um trabalho incrível – disse o pai da menina, Samir Hamenniche.

– Dissemos ao senhor que a tiraríamos – respondeu um dos membros da equipe francesa enquanto Hamenniche dava-lhe tapinhas nas costas.

O pai de Yousra afirmou que, na quinta-feira à noite, a equipe de resgate havia comunicado ter encontrado a filha dele, mas que teriam de amputar o braço esquerdo da menina para salvá-la.

– Eles iam cortar o braço dela. Eu disse que não. Então eles trabalharam toda a noite e conseguiram. Eles a salvaram – declarou. O braço da menina estava com curativos no momento em que foi retirada.

As mulheres da família estavam em um jantar, preparando um casamento, quando o terremoto começou.

– Essa era a casa da minha sogra. Elas estavam fazendo uma festa de família – disse o pai de Yousra.

Seis delas continuam desaparecidas, entre as quais a mulher de Hamenniche, uma irmã e uma cunhada.