CPI vai acompanhar investigação sobre desaparecidos em Luziânia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010 as 09:53, por: cdb

Deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Desaparecimento de Crianças vão nesta quarta-feira a Luziânia (GO) acompanhar a investigação da Polícia Civil do Estado sobre os seis adolescentes desaparecidos no último mês. Os deputados promovem, na Câmara Municipal, uma audiência pública com a participação dos parentes dos jovens. A relatora da CPI é a deputada Andréia Zito (PSDB-RJ).

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado deve apreciar e votar ainda nesta quarta, projeto determinando prazo para o registro do desaparecimento de criança e adolescente e estabelecendo prazo máximo para o início das investigações.

A relatora da CPI, Andréia Zita, disse na terça-feira que o caso de Luziânia serviu para tornar a colocar em evidência um problema que existe há muito tempo e que, segundo ela própria, infelizmente não recebia a devida atenção.

– Essa questão infelizmente nos ajuda a despertar a sociedade para o fato de que isso vem ocorrendo em todo o país e que pode acontecer com o filho de qualquer um de nós. Nós [a CPI] já havíamos começado o trabalho [de denunciar e discutir o problema], mas não vínhamos tendo o apoio da mídia, do governo e de alguns deputados. Luziânia acabou sendo um despertar para a importância não só de uma CPI, mas principalmente de investigarmos e buscarmos os culpados desses fatos – declarou Andréia Zito, alegando que a presença da CPI na cidade goiana vai aumentar a pressão por respostas.

– É uma CPI indo cobrar ações concretas em relação a estes desaparecimentos. Estaremos lá cobrando que a Polícia Civil cumpra seu dever de investigar. Hoje são seis desaparecidos, mas talvez se quando a primeira criança sumiu outras ações tivessem acontecido nós não tivéssemos este número tão alto se considerado o tamanho da cidade – concluiu a deputada

A relatora disse ainda que parlamentares que não integram a comissão, mas são do Estado, já manifestaram interesse em acompanhar o grupo.

Integrantes da CPI estão na cidade para acompanhar o andamento das investigações sobre o desaparecimento de seis adolescentes durante o último mês. Segundo Andréa Zito, caso seja necessário, a CPI poderá pedir a ajuda da Polícia Federal (PF) no caso.

– Esse fato despertou muita gente, mas, na verdade, a gente percebe que nada é feito. Isso não somente em Luziânia, mas também em todos os estados e municípios – afirmou a relatora em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional.

Para a deputada, é preciso maior esforço da sociedade para revolver esse problema do desaparecimento de crianças.

– A gente precisa que a imprensa, que o governo, que a sociedade possam despertar em relação a isso. Estamos desde agosto de 2009 buscando as causas e os responsáveis pelo desaparecimento de crianças. E muitas vezes nos sentimos órfãos – disse.