CPI no Rio decide propor que controle do carnaval fique com a prefeitura

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 as 21:46, por: cdb

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro, por meio da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Carnaval, vai propor projeto de lei que passa o controle absoluto do carnaval para a prefeitura da capital fluminense. O relatório final da comissão foi divulgado nesta segunda-feira.

A CPI do Carnaval foi instaurada para apurar possíveis irregularidades na eleição e nos resultados dos desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial no carnaval carioca de 2007. Partiu de uma denúncia da Polícia Federal, em abril, de que havia indício de manipulação no resultado do desfile das escolas, em que a Beija Flor de Nilópolis foi a campeã.

Segundo o relatório divulgado pelos vereadores, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) está substituindo o Poder Público na organização do carnaval.

A CPI, apesar de não ter conseguido provar que houve manipulação no resultado do Carnaval 2007, constatou que o processo para a realização dos desfiles tem falhas, como a possibilidade de os jurados levarem para casa o mapa de notas entre a primeira e a segunda noite de desfiles.

A comissão também cita o contrato entre a Liesa e a prefeitura da cidade, por meio da Riotur, que transfere à entidade poderes para escolher e substituir jurados e comercializar direitos de imagem, entre outros serviços.

Além disso, os vereadores decidiram que a Câmara vai propor uma auditoria na contabilidade da Liesa para tornar público o direcionamento de R$ 100 milhões arrecadados com o carnaval do Rio de Janeiro.