CPI do Trabalho Escravo ouve fiscais do Ministério do Trabalho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2012 as 06:34, por: cdb

A CPI do Trabalho Escravo ouve hoje dois representantes do Ministério do Trabalho: a coordenadora nacional do Grupo Especial de Fiscalização Móvel, Vera Lúcia Albuquerque, e o chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo, Alexandre Lyra.

Também participarão da audiência pública o sociólogo e professor emérito da USP José de Souza Martins, o ex-ministro do Trabalho e professor do Instituto de Economia da Unicamp Walter Barelli e o coordenador-geral da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), José Armando Fraga Diniz Guerra.

A audiência foi proposta pelo deputado Duarte Nogueira (PSDB-SP), que espera obter subsídios para os trabalhos da comissão. “A Organização Internacional do Trabalho (OIT), em seu último relatório global, de 2009, aponta que o maior desafio do Brasil no combate ao trabalho escravo é a impunidade, pois, mesmo com um número expressivo de casos identificados, é raro alguém ser condenado por esse crime”, afirma.
A reunião será realizada às 14h30, no Plenário 7.

Íntegra da proposta:PEC-438/2001Da Redação/WS