CPI do Banestado: Mendes nega que empresa tenha caixa dois

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de novembro de 2003 as 17:16, por: cdb

O presidente da construtora Mendes Júnior, Murilo Valle Mendes, negou nesta terça-feira que sua empresa tenha feito remessas de dinheiro irregulares para o exterior. O empresário foi ouvido pela CPI do Banestado do Congresso Nacional, que investiga o envio de dólares para o exterior.
O empresário disse que não existe um caixa dois na Mendes Júnior e que a construtora não participou do esquema de superfaturamento de obras públicas investigado pela CPI.

Mendes e outros empresários mineiros estão sendo ouvidos pelos parlamentares da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que estão em Belo Horizonte apurando denúncias de desvio de dinheiro público. Mendes ameaçou processar os ex-funcionários da Mendes Júnior Joel Guedes Fernandes e Simeão Damasceno de Oliveira, autores das denúncias.

— Vou processar quem fez esta denúncia. Não fizemos nada irregular — disse o empresário.