CPI da Exploração Sexual Infantil é prorrogada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de novembro de 2003 as 19:44, por: cdb

O volume de denúncias recebidas pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga a exploração sexual de crianças e adolescentes fez que com os trabalhos, que seriam encerrados neste mês, fossem prorrogados até junho do ano que vem.

Os membros da CPMI investigam cerca de 600 denúncias, entre elas a de que um deputado federal do Nordeste teria molestado sexualmente uma menor. Também estão sob investigação políticos de vários estados, personalidades de diversos setores, empresários e religiosos.

Na próxima quarta-feira, a comissão reúne-se para analisar uma série de denúncias. Entre elas, a que envolve um prefeito de Mato Grosso do Sul e, possivelmente, o caso do deputado federal. As informações são da assessoria de imprensa da relatora da CPMI, deputada Maria do Rosário (PT-RS).