Coxa surpreende Galo no Mineirão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 26 de abril de 2003 as 18:46, por: cdb

O Coritiba surpreendeu e derrotou o Atlético-MG por 2 x 1, neste sábado, no Mineirão, e conquistou sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro. De quebra, a equipe paranaense quebrou a invencibilidade de 16 jogos do Galo.

Com o resultado, o Coxa – que teve dois jogadores expulsos – chegou aos sete pontos e conquistou a sua primeira vitória fora de casa neste Brasileiro. Por outro lado, o Atlético segue com 13 pontos e se distancia um pouco da luta pelas primeiras colocações.

A primeira etapa foi toda do Coritiba. Enquanto o alvi-negro mineiro errava passes, jogava com pouca objetividade e com pouca velociade, o Coxa estava elétrico. Marcava forte e explorava a velociade de seus atacantes. Mesmo perdendo muitos gols no início da partida, a equipe paranaense virou o primeiro tempo vencendo por 2 x 0.

Com as chances perdidas com bola rolando, o Coritiba marcou seus gols de bola parada. Aos 37, Tcheco cobrou com perfeição uma falta e abriu o marcador. Sete minutos depois, no contra-ataque, Genalvo cometeu pênalti no lateral-esquerdo Adriano. Marco Brito bateu com perfeição e fez o segundo gol do Coxa.

O técnico Celso Roth fez duas alterações no intervalo. O volante Cleison e o meia Paulinho entraram nos lugares de Genalvo e Lúcio Flávio. As mudanças mexeram com o time mineiro, que partiu com tudo para buscar o empate.

As principais jogadas saíam dos pés do lateral Cicinho, mas os atacantes não conseguiam completar para o gol. O jogo seguia a mesma tônica da primeira etapa, o Atlético tentava pressionar e o Coritiba aproveitava os contra-ataques. Apesar de muita movimentação, as equipes criaram poucas chances.

Porém, em dois minutos a partida ganhou um novo viés. Com as expulsões de Roberto Brum e Pepo, aos 33 e 35, o jogo se tornou dramático para o Coxa, que foi salvo pelas belas defesas do goleiro Fernando.

O Galo conseguiu marcar seu aos 38 minutos. Após o goleiro da equipe paranaense fazer um milagre num rebote de Scheidt, o zagueiro André Luiz chiutou de fora da área para diminuir a vantagem paranaense.

Apesar da pressão do alvinegro, o gol de empate não saiu. Aos 46, o goleiro Fernando fez outra grande defesa num chute cara-a-cara de André Luiz.