Correspondente da Paris Match é detido no Afeganistão travestido de mulher

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 9 de outubro de 2001 as 14:25, por: cdb

O Talebã, milícia que controla o Afeganistão, prendeu Michel Peyrard, da revista francesa Paris Match, que tentava se fazer passar por uma mulher, na cidade de Jalalabad, perto da fronteira com o Paquistão. A informação, inicialmente divulgada pela AIP (Afghan Islamic Press), foi confirmada pelo Talebã e pelo governo francês.

Líderes do Talebã identificaram o homem travestido com uma burka (típica veste feminina que cobre o corpo da cabeça aos pés) e ele estava acompanhado de dois paquistaneses quando foi preso.

Peyarard foi detido no distrito de Goshta, na província de Nangarhar, a 35 quilômetros de Jalalabad.

Governo francês

Antes de o Talebã se manifestar, uma porta-voz do Ministério do Exterior da França confirmou a prisão do cidadão francês em, mas disse ainda desconhecer sua identidade até aquele momento.

Segundo a AIP, cuja sede fica no Paquistão, o jornalista foi mandado para Jalalabad depois de preso.

O francês foi preso um dia após a libertação da jornalista britânica Yvonne Ridley, detida pelo Talebã por 11 dias.

Ridley também foi detida em Jalalabad vestindo uma burka.

Apesar dos temores de que a jornalista fosse julgada por espionagem, possibilidade inicialmente indicada pelo Talebã, ela foi solta na última segunda-feira, na fronteira com o Paquistão.