Corpo encontrado não é de militante indonésio, diz exército das Filipinas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 8 de setembro de 2003 as 02:16, por: cdb

O Exército das Filipinas disse nesta segunda-feira que testes mostraram que um rebelde morto por soldados na ilha de Mindanao, no último final de semana, não era do militante indonésio Fathur Rohman al-Ghozi.

– O corpo parecia do militante, mas não era al-Ghozi. Os testes foram realizados através das impressões digitais – disse o tenente-coronelt Daniel Lucero.Al-Ghozi fugiu do quartel-general da polícia federal, em Manila, em meados de julho.
 
O membro do grupo radical islâmico Jemaah Islamiah é acusado de ter planejado ataques na capital das Filipinas, em dezembro de 2000, que matou 22 pessoas.