Corpo encontrado em Bagdá não é do refém britânico

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 3 de outubro de 2004 as 13:02, por: cdb

O corpo de um homem encontrado em Bagdá não corresponde ao do engenheiro britânico Kenneth Bigley, confirmou, neste domingo, o ministério de Assuntos Exteriores do Reino Unido. Bigley foi seqüestrado em 16 de setembro pelo grupo “Monoteísmo e Guerra Santa”.

– O ministério da Saúde do Iraque disse que o corpo é de um homem iraquiano de 35 anos de idade. –  disse hoje uma porta-voz do Foreign Office.

A polícia iraquiana encontrou dois cadáveres, de um homem e de uma mulher de traços ocidentais, na zona de Al Yusefiya, a cerca de 20 quilômetros ao sul de Bagdá. O homem tinha sido decapitado e a mulher baleada na cabeça.

O britânico, de 62 anos, foi seqüestrado junto com os americanos Eugene Armstrong e Jack Hensley, que foram assassinados pelo grupo terrorista, que pede a libertação das mulheres iraquianas presas.