Corinthians goleia o Atlético-MG por 6 x 0

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 24 de novembro de 2002 as 18:04, por: cdb

Em um jogo de dois tempos completamente distintos, o Corinthians goleou o Atlético-MG, por 6 x 2, neste domingo, no Mineirão, praticamente garantindo sua vaga às semifinais do Brasileiro. O Timão, que entrara em campo jogando por dois empates, poderá agora até perder por quatro gols de diferença no segundo jogo, em São Paulo, na próxima quarta-feira, que terá sua classificação garantida.

Durante a semana que antecedeu a partida, as atenções estiveram concentradas no atacante Guilherme, que trocou o Galo pelo Timão, em agosto último, mas os destaques do jogo, que praticamente garante a classificação do Corinthians às semifinais, foram seus companheiros de ataque Deivid e Gil, que fizeram três e dois gols, respectivamente.

O Timão chegou a fazer 2 x 0 no primeiro tempo, mas permitiu o empate atleticano, ainda na etapa inicial da partida. Quando a torcida atleticana, que lotou o Mineirão e fez uma bela festa antes do jogo, esperava a consolidação da reação, o que se viu foi o Corinthians reassumir o controle das ações e dominar amplamente o adversário. Em menos de 10 minutos do segundo tempo, os visitantes chegaram aos 5 x 2 e criaram chances para fazer outros tantos.

O primeiro tempo, no Mineirão, começou tão quente como a tarde de domingo, em Belo Horizonte. Em apenas sete minutos, as duas equipes já tinham criado três ótimas chances de marcar. A primeira foi do Galo, com Mancini, aos 3min, chutando para fora, depois de receber excelente lançamento de Souza. Um minuto depois, foi a vez de Deivid chutar também para fora, depois de boa triangulação com Guilherme e Gil. Aos 6min, Deivid novamente deixou de fazer o gol.

Uma partida tão ofensiva não poderia demorar a ter um gol. E logo aos 13min, os visitantes calaram os cerca de 80 mil torcedores que compareceram ao Mineirão. O Corinthians abriu o marcador em um fulminante contra-ataque, depois que Mancini perdeu a bola no meio-campo. Gil recebeu de Vampeta e marcou. No lance, o zagueiro atleticano Neguete contundiu-se e foi substituído por Eraldo, repetindo um problema que vem perseguindo a defesa do time do técnico Geninho.

A vantagem parcial a favor do Corinthians tirou o ímpeto da torcida atleticana e desorientou os jogadores do time da casa em campo. Para piorar a situação do Galo, Kim e Mancini voltaram a desperdiçar ótimas chances de gol. E na base do quem não faz, leva o Atlético sofreu o segundo gol. Foi aos 30min, num chutaço de fora da área de Deivid, que marcou seu 9º gol no Brasileiro.

Quando a torcida atleticana temia uma goleada, ainda no primeiro tempo, devido à superioridade corintiana, o alvinegro mineiro reagiu. Mancini, aos 40min, chutou forte, a bola bateu no zagueiro Ânderson e enganou o goleiro Doni. Dois minutos depois, foi a vez do outro lateral atleticano, Michel, acertar um bom chute e fazer o gol de empate, enlouquecendo a torcida atleticana e calando os dois mil corintianos, que até então faziam animada e barulhenta festa no Mineirão.

O atacante Guilherme deixou o gramado, no intervalo, visivelmente irritado com o seu time, que permitiu a reação do adversário. Já os jogadores atleticanos se refaziam do susto inicial. Se Geninho havia perdido Neguete, por contusão, logo após o primeiro gol do adversário, o técnico Parreira, do Timão, teve de trocar o seu zagueiro Ânderson por Scheidt, também por motivo de contusão.

E o segundo tempo começou parecido, mas terminou totalmente diferente da fase. O Atlético deu a impressão que poderia marcar, mas a fragilidade da defesa atleticana logo fez a diferença. Aos 7min, o zagueiro Eraldo cometeu falha infantil, deixando Deivid livre para marcar 3 x 2, fazendo o seu 10º gol na competição. Três minutos depois, repetindo o que aconteceu na etapa inicial, o Timão ampliou para 4 x 2, quando Gil, pelo lado esquerdo, marcou, aos 10min.

Em situação amplamente desfavorável, o técnico Geninho decidiu arriscar tudo. Ele tirou o zagueiro Eraldo, que havia entrado no primeiro tempo no lugar de Neguete