Corinthians: Gil muda função para fugir da marcação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de novembro de 2003 as 18:55, por: cdb

Para fugir da perseguição implacável dos zagueiros, Gil vai mudar sua função em campo e atuar mais recuado. A estratégia foi testada e aprovada na vitória por 2 a 0 sobre o Goiás, há 15 dias.
– Eu jogo mais ou menos na altura do campo em que atua Jamelli. Vindo de trás, a gente tem mais espaço para fugir da marcação. Só Wilson fica mais avançado – explica o atacante corintiano.

Além de confundir a marcação, Gil afirma que, pelo menos contra o Goiás, tomou menos pancada.

“Jogando atrás, não recebo a bola de costas para o zagueiro. Assim meu tornozelo não fica tão exposto. Também fica mais fácil partir para cima e tentar o drible”. O posicionamento de Gil também tem facilitado o trabalho do lateral Moreno, que ganhou a posição de Fininho há algumas rodadas.

Para o técnico Juninho, a velocidade do setor esquerdo, que ainda conta com o meia Renato, deve ser melhor explorada pelo Timão. “São jogadores jovens, velozes, de grande vigor físico e técnica. Se tiver tempo para se entrosar, esse trio vai dar resultado”, afirma ele.

Em 2002, o setor esquerdo do Corinthians, formado por Kléber, Ricardinho e Gil, foi considerado pelo técnico Carlos Alberto Parreira como o melhor do mundo. Ricardinho, no entanto, foi para o São Paulo e Kléber foi negociado com o Hannover, da Alemanha.