Coréia do Norte concede 1ª anistia em 20 anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de dezembro de 2001 as 17:53, por: cdb

A Coréia do Norte anunciou, nesta quarta-feira, a primeira anistia de supostos prisioneiros políticos em 20 anos. Segundo o governo norte-coreano, o benefício será concedido para marcar o aniversário do ex-presidente do país, Kim Il-Sung, que completaria 90 anos no dia 15 de abril de 2002 e que continua sendo comemorado como um dos principais feriados do país.

Serão beneficiados presos que foram sentenciados a trabalhos forçados ou à reeducação por terem cometido supostos crimes contra o Estado. O Departamento de Estado americano e grupos de defesa dos direitos humanos têm acusado há anos a Coréia do Norte de manter milhares de prisioneiros políticos em péssimas condições, enquanto o governo norte-coreano nega que existam prisioneiros políticos em suas prisões.

Segundo observadores internacionais, a anistia, que será concedida em janeiro, é uma tentativa do governo norte-coreano de diminuir as críticas que sofre por causa de supostas infrações aos direitos humanos. Porém, grupos como a Anistia Internacional até hoje foram incapazes de verificar as acusações de maus tratos, sendo que a Coréia do Norte apresentou às Nações Unidas seu primeiro relatório sobre o assunto em 17 anos, no ano passado.