Coreia do Norte acusa Seul de invasão de águas territoriais

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 15 de outubro de 2009 as 11:02, por: cdb

A Coreia do Norte acusou a Coreia do Sul na quinta-feira de invadir suas águas territoriais, elevando ainda mais as tensões na península após o disparo norte-coreano de mísseis de curto alcance.

As acusações e ameaças de atacar os navios sul-coreanos dão uma nova faceta às mensagens ambíguas que têm sido enviadas pela Coreia do Norte nos últimos dias. Essas mensagens também incluem uma tentativa de aproximação com os Estados Unidos e a Coreia do Sul para negociações.

– As temerárias provocações militares por navios de guerra da Marinha sul-coreana criaram uma situação tão séria que podem deflagrar um combate naval entre os dois lados nessas águas – disse uma autoridade norte-coreana, segundo a agência de notícias KCNA.

Analistas afirmam que a Coreia do Norte pode estar tentando aumentar seu poder de barganha nas negociações com Seul e potências regionais.

– Eles não querem ir para a mesa de negociações aparentando fraqueza – disse Cho Myung-chul, ex-acadêmico na Coreia do Norte que desertou para a Coreia do Sul e é agora analista do Korea Institute for International Economic Policy.

As duas Coreias travaram duas sangrentas batalhas navais em águas territoriais que disputam na costa oeste da península nos últimos 10 anos.

A Coreia do Norte considera inválida uma fronteira marítima conhecida como Linha Limite do Norte (LLN), estabelecida unilateralmente por forças lideradas pelos Estados Unidos no final da Guerra da Coreia (1950-1953).

Uma autoridade sul-coreana afirmou que a acusação norte-coreana não tem fundamento e que a Coreia do Norte está acusando os navios sul-coreanos de cruzar uma linha que o país não reconhece. Essa linha foi estabelecida por Pyonguang bem ao sul da LLN.