Controle da BrT gira em torno dos R$ 5 bilhões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008 as 12:22, por: cdb

A tomada do controle acionário da Brasil Telecom (BrT) deve ficar entre R$ 4,5 bilhões e R$ 5,2 bilhões, informou nesta quinta-feira o grupo Oi . A empresa confirmou que as negociações para a transação avançam, mas ainda não foram concluídas e que nenhum documento entre as partes foi assinado. Em comunicado ao mercado, a Oi informou que os valores discutidos “convergem para se fixarem em torno do centro da faixa de R$ 4,5 a R$ 5,2 bilhões para a totalidade da participação que representa o controle direto na Brasil Telecom Participações”.

“Não obstante, no momento não há certeza quanto ao valor final do negócio de aquisição do controle caso as negociações cheguem a bom termo”, informou a companhia.

A transação é vista com simpatia pelo governo federal, que espera que a operação crie uma empresa forte o suficiente para, no futuro, atuar em outros países da América Latina. Porém, para sair, o negócio depende de uma alteração do Plano Geral de Outorgas, que proíbe que os mesmos acionistas controlem mais de uma concessionária de telecomunicações. A mudança pode ser feita por meio de decreto presidencial.

O comunicado da Oi desta quinta-feira segue-se a anúncio da empresa feito em meados de janeiro sobre intensificação das negociações. A Oi ressaltou ainda que apesar de não se ter ainda um desenho da transação pronto, “as alternativas avaliadas não contemplam a sua fusão, mas somente a aquisição do seu controle acionário, que poderá ser adquirido de alguma(s) das sociedades que direta ou indiretamente controlam a Brasil Telecom Participações”.