Contra história negativa, Nacional enfrenta líder EC São Bernardo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de junho de 2011 as 11:37, por: cdb

Sem conquistar nenhum ponto no Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o Nacional joga por sua honra neste sábado, às 15h no Estádio Nicolau Alayon, contra o primeiro colocado EC São Bernardo. Na equipe da capital, o elenco ganhou uma motivação extra após a boa apresentação diante do Jabaquara, onde perdeu nos minutos finais. No lado visitante, todos empolgados em manter a grande fase, porém pregando respeito ao adversário.

A movimentação dos meias Oliveira e Ronaldo no comando de ataque, foi destacada por Túlio Tangione, treinador do Nacional, assim como a entrada do centroavante Eduardo no fim do primeiro tempo. “Gostei desta formação, o time se portou bem. O EC São Bernardo tem um contra ataque perigoso e devemos tomar muito cuidado”, analisou Tangione.

O técnico do Nacional não terá nenhum problema em escalar a equipe. Outro fator importante é a volta do lateral-direito Murilo, que cumpriu suspensão automática na última partida. “O Murilo faz muita falta, ele apóia de forma eficiente e cria várias jogadas de ataque”, ressaltou Tangione.

O EC São Bernardo vem mais empolgado do que nunca para o confronto diante do Nacional. Após vencer o clássico contra o Palestra de São Bernardo, por 2 a 0 na última rodada, o clube do ABC chegou aos 18 pontos e assumiu a liderança da chave.

Para o diretor de futebol da equipe, Valdemar Loureiro, a partida diante do clube da capital pode ser perigosíssima, pois eles entram para a partida sem nada a perder. “A nossa maior dificuldade será justamente pelo momento que eles vivem. O Nacional já está praticamente eliminado e deve vir com tudo para cima. Não vamos nos omitir e jogaremos para trazer três pontos”, afirmou o cartola.

Sobre a equipe que entra em campo, o técnico Júlio César Passarelli não terá nenhum problema para escalar o time. A única novidade pode ser a titularidade do volante Emerson, que ficou seis meses parado devido a uma lesão na virilha e entrou na segunda etapa diante do Palestra de São Bernardo. Na oportunidade o meio-campista marcou o segundo gol do clássico.

Ficha técnica

Nacional: Pedro; Murilo, Luiz Rogério, Léo Souza e Lucas; Alexandre (Cléberson), Jura, Bruno Silva e Ronaldo; Oliveira e Eduardo.
Técnico: Túlio Tangione.

EC São Bernardo: Jefferson; Ranses, Danilo Bahia, Marcelão e Robson; Carlos Eduardo, Mancuso e Chuck; Cássio, Willian e Deivid.
Técnico: Júlio César Passarelli.

Local: Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo;
Data e hora: dia 25 (sábado), às 15h;
Árbitro: Marcos Silva dos Santos Gonçalves;
Assistentes: Reinaldo Rodrigues dos Santos e Mauro André de Freitas ;
Quarto árbitro: Danilo da Silva.